Conferência Municipal de Segurança Alimentar acontece nesta segunda na Cotefave

Com o tema “Comida de verdade, no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar”, acontece nesta segunda-feira (15) na Fazenda Cotefave às 07h30 a I Conferência Municipal de Segurança Alimentar Nutricional de Barra do Choça. Na manhã desta quarta-feira,conselhos, associações e secretarias se reuniram em uma Pré-Conferência para afinar detalhes do evento e apresentar os principais pontos que serão discutidos.

regina

Regina Dantas/ Foto: Rosenilton Barbosa

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável Regina Dantas, oito eixos, que compõe o sistema nacional de segurança alimentar, irão orientar o debate. São eles: acesso universal da alimentação adequada e saudável; abastecimento e estruturação do sistema sustentável; educação alimentar e nutricional; ações para os povos de comunidades tradicionais; alimentação e nutrição em todos os níveis; acesso universal à água; soberania alimentar.

Para Joara Silva, presidente do Conselho Municipal de Agricultura, a discussão envolve todos os setores do município, desde o abastecimento de água à saúde pública. Joara comenta ainda a necessidade do fortalecimento da agricultura familiar, que apesar de ter destaque no município, ainda sofre com a concorrência dos grandes produtores que lançam mão dos agrotóxicos e transgênicos para acelerar a produção. “Será que as escolas e as nossas casas estão oferecendo essa alimentação de qualidade? Tudo isso depende de um fator cultural, significa uma alimentação que venha do município, nada melhor que a agricultura familiar para fortalecer essa cultura”, completa.

materia

Jaylton Fernandes, secretário municipal de Assistência Social destaca que o que está sendo prezado nesta conferência é a reflexão da política municipal de segurança alimentar e nutricional, criando diretrizes para a política nacional. “A qualidade do evento é o nosso foco e não a quantidade, por isso estamos contando com as associações de produtores e os movimentos sociais para construir e se destacarem como personagens principais dessas políticas”, completa o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *